Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

[mc4wp_form id="6"]

É o fim

Não é pelo o fato de eu não te amar mais, não é por você não ser mais suficiente pra mim, é sobre eu ter entendido que sobre tudo e qualquer decisão eu devo escolher o melhor pra minha vida e você definitivamente não está entre essas escolhas.

Agradeço a sua imaturidade por ter me feito enxergar que não é você, que não sou eu a mulher quem vai te fazer crescer, que não sou eu quem vai fazer o moleque que você é virar homem, essa é uma decisão que você tem que tomar, por vontade própria e eu não vou mais ficar aqui esperando isso acontecer. Eu gritei tão alto pra que você enxergasse que eu estava mudando, que sem perceber a minha dor se foi no eco do grito.

O seu maior erro foi achar que o meu sentimento por você me impediria de te deixar um dia, que o amor que eu sentia nunca iria acabar e que suas atitudes não me fariam ir embora. Você errou em achar que o amor que eu sentia por você era maior que o que eu sentia por mim. Não era, nunca foi.

Eu permaneci durante esse tempo todo, na esperança que você se desse conta da mulher maravilhosa que você tinha do lado, e infelizmente isso não aconteceu. E eu cansei de esperar, eu não preciso desse relacionamento que me destrói, eu não preciso de você me dizendo o que eu tenho que fazer, me machucando cada vez mais. Eu sou completa, eu me basto.

A única coisa que eu me arrependo foi de ter esperado tanto tempo. Me arrependo de não ter vivido outras histórias esperando que você tivesse vontade de finalmente segurar a minha mão pra criarmos a ”nossa”. Que bom que agora eu acordei pra vida e to indo embora de vez, e nem tente vir atrás, porque dessa vez não ha pedido de desculpas algum que me faça voltar, não adianta me comprar com flores, o cheiro delas não tem mais a capacidade de apagar seus podres.

Eu to saindo da sua vida, dessa vez pra valer. E por mais difícil que seja pra você acreditar posso te afirmar que o sentimento de partida não esta me corroendo por dentro. Eu estou me libertando de uma corrente que me prendeu durante tanto tempo, e o mais difícil foi perceber que eu mesma me mantive acorrentada. A porta de entrada vai continuar aberta, porém você nunca mais vai conseguir entrar.

Eu to indo embora, e to deixando pra trás somente o que não me leva pra frente. E eu espero que a minha partida te faça enxergar o tão errado você foi comigo e te impeça de errar com outra. E nunca se esqueça que foi o seu joguinho de moleque que se recusa a crescer, que me tirou da sua vida. Eu não escolhi partir dessa forma, mas você me demonstrou de um jeito tão cruel não me querer mais do lado. Foi a sua indiferença que me jogou pra longe.

Nesse momento eu me sinto uma mulher libertadora e forte, não por eu esta indo embora e sim pela a minha coragem de ainda sonhar mesmo com o mundo desmoronando na minha cabeça. O mesmo jogo que abriu as portas pra eu entrar, esta abrindo agora pra que eu saia. Você sempre pediu pra eu ficar, mas me deu milhões de motivos pra ir e eu cansei desse joguinho de bem me quer ou mal me quer. Você nunca mais vai dilacerar a minha alma.

Quero te apresentar a minha nova companheira. – Pode entrar Resiliência.

Meu nome é Bárbara, sou mineira e tenho 17 anos. Eu me sentia sufocada com tantas palavras entaladas na garganta e encontrei na escrita uma forma de me libertar, de colocar meus sentimentos pra fora, comecei a escrever e hoje sou totalmente refém da escrita, meu coração necessita dela. E como sou uma garota capricorniana um tanto quanto obediente, meu coração pede e eu escrevo.

(Visited 13 times, 1 visits today)

Compartilhe este post

Seja o (a) primeiro (a) a comentar

O que você achou deste post?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: